Série Cardápio Semanal 5ª Parte – Planejamento

550px-Create-a-Healthy-Fast-Food-Menu-for-Home-Step-1
Como falamos nos posts anteriores,
A elaboração de cardápios semanais auxilia na organização do dia a dia. Podemos escolher com calma os pratos que faremos durante a semana, verificar se a alimentação está balanceada, economizar na hora de fazer as compras, tendo em vista que temos a quantidade específica de ingredientes que iremos precisar.
Cada lar possui hábitos alimentares diferenciados, sendo assim você vai precisar adaptar os cardápios a sua realidade. Para cozinhar não precisamos ser nenhuma chef de renome, mas é interessante que estejamos sempre pesquisando e nos mantendo atualizadas com as técnicas básicas e as um pouco mais elaboradas, o que tornará nossa rotina na cozinha muito mais prazerosa.
Estaremos sempre atualizando o blog com dicas e técnicas culinárias, mas também não deixe de se atualizar em outros sites especializados e programas culinários que nos passam dicas preciosas para o dia a dia.

Cardápio – Por onde começamos?

  1. Conhecer as preferências e restrições alimentares, se houver, de sua família

O cardápio tem que ser balanceado de forma que agrade a todos. Mas vale ressaltar que algumas crianças não gostam de vegetais, por exemplo, mas precisam comer para manter a saúde do corpo. Vale aí apostar em apresentações diferenciadas daqueles alimentos que eles dizem não gostar e com certeza, você irá se surpreender.
  1. VARIE OS TIPOS DE PROTEÍNA animal DURANTE A SEMANA

É importante variar nos tipos de carne servidos durante a semana (carne vermelha ou brancas). Cada tipo oferece um grupo de nutrientes específicos para a nossa saúde e através da rotatividade, evitamos o acúmulo de substâncias nocivas ao organismo.
A quantidade sugerida é de pelo menos duas vezes por semana para cada variedade. Você pode escolher dias certos na semana ou fazer esta rotatividade também no cardápio. Por exemplo: segunda e quinta => frango / terça e sexta => peixe / quarta e sábado => carne e na próxima semana alterar a sequência.
O site Minha Vida postou uma matéria superinteressante chamada: Inclua todos os tipos de carne no seu cardápio. Lá a nutricionista Karina Gallerani detalha os valores nutricionais de cada uma delas. Vale a pena dar uma conferida.
  1. Varie na apresentação dos pratos

Seja criativa na variação da apresentação dos pratos. Peixe assado toda a semana, por exemplo, acaba se tornando enjoativo, mas pode facilmente ser substituído por um caldo ou filés empanados. Varie nos temperos e sabores. Com certeza as receitas do nosso blog Panela Santa irão lhe ajudar com isto.
  1. De preferência a pratos (e ingredientes) que possam ser reaproveitados no jantar

Esta é uma forma econômica de pensar. Se você faz um arroz normal para o almoço, pode fazer um arroz de forno para o jantar ou no almoço do dia seguinte. Dependendo da quantidade por até congelar para usar durante a semana. O pensamento deve ser sempre o reaproveitamento e dizer não ao desperdício.
É isso aí. No próximo post, finalmente, montaremos alguns cardápios para por em prática tudo o que aprendemos até agora.

  1. Prepare receitas dobradas e congele. Assim você tem pratos reserva em caso de imprevistos

Não deixe de participar deste blog. Comente esta postagem abaixo. Utilize o nosso formulário de contato para sugestões, testemunhos e pedidos de oração. Vamos crescer juntas em Deus. Amém?
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...